Quase 30 pessoas levam 'agulhadas' no carnaval do Recife e de Olinda

  • 21/02/2024
(Foto: Reprodução)
Casos são de foliões que procuraram atendimento no Hospital Correia Picanço, referência no tratamento e prevenção de ISTs. Hospital Correia Picanço fica na Zona Norte do Recife Reprodução/TV Globo Ao menos 29 pessoas procuraram atendimento hospitalar depois de terem levado "agulhadas" no carnaval. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (SES), todos os casos foram atendidos no Hospital Correia Picanço, na Tamarineira, Zona Norte do Recife. A unidade é referência no tratamento e prevenção de infecções sexualmente transmissíveis (ISTs). ✅ Clique aqui para seguir o canal do g1 PE no WhatsApp. Dos 29 pacientes atendidos no Hospital Correia Picanço, 16 eram mulheres e 13, homens. O caso foi publicado nesta quarta-feira (21) pelo portal UOL. Os atendimentos, segundo a SES, foram feitos entre o dia 9 e a quinta-feira (15), no período carnavalesco. A maioria deles, 11 ocorrências, aconteceu em Olinda. Outros seis foram no desfile do Galo da Madrugada pelo Centro do Recife, no dia 10 de fevereiro, e outros sete, no Marco Zero, principal polo de shows da capital. Outros cinco casos não tiveram o local divulgado. "Segundo o relato no momento do atendimento na unidade, eles foram vítimas de furadas provocados por agulhas em diversos focos de folia no Recife e em Olinda", afirmou a Secretaria Estadual de Saúde, por meio de nota. No Hospital Correia Picanço, todas as vítimas foram submetidas a protocolo de risco de contrair o HIV, vírus causador da Aids. Esse atendimento, que é oferecido de graça a qualquer pessoa que procure a unidade, foi feito atendimento clínico, coleta de exames, prescrição de medicamentos e entrega de Profilaxia Pós-Exposição ao HIV (PEP). "Todos passarão a ser acompanhados no ambulatório especializado do próprio serviço de saúde, onde realizarão a repetição dos exames com 30 e 90 dias pós-exposição, respectivamente", afirmou a SES. Outros casos Em 2019, quase 300 pessoas foram vítimas de "agulhadas" no carnaval no Recife e em Olinda e procuraram atendimento no Hospital Correia Picanço. A Polícia Civil chegou a divulgar retratos falados de dois suspeitos, mas ninguém foi preso. Em 2020, o número chegou a 215 denúncias do mesmo tipo de violência. Dessas, ao menos 78 pessoas registraram boletim de ocorrência. Recife oferece serviço de prevenção ao vírus HIV VÍDEOS: mais vistos de Pernambuco nos últimos 7 dias

FONTE: https://g1.globo.com/pe/pernambuco/noticia/2024/02/21/pessoas-sao-furadas-com-agulhadas-no-carnaval-do-recife-e-de-olinda.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Top 10

top1
1. Americana na Vaquejada

Grandão Vaqueiro, Nattan

top2
2. COLADIN (MINHA DEUSA

ZÉ VAQUEIRO

top3
3. Vaqueira

Eric Land e Iguinho & Lulinha

top4
4. Daqui Pra Sempre

Manu Bahtidão Simone Mendes

top5
5. e Ana Castela - Covardia

Wesley Safadão

top6
6. NÃO TE QUERO

NATTAN part. ZÉ VAQUEIRO

top7
7. Festa no Interior

Manim Vaqueiro e Raí Saia Rodada

top8
8. DEUSA DE ITAMARACÁ

João Gomes (Raiz)

top9
9. PIOR PARTE

Simone Mendes

top10
10. Seu Brilho Sumiu Let's Bora

Israel & Rodolffo Mari Fernande


Anunciantes